Home Conteúdo GN Live-action, a máquina de fazer dinheiro da Disney!

[PITACO] Live-action, a máquina de fazer dinheiro da Disney!

-

Não é de hoje que a Disney cria remakes de suas obras. Como também não é de hoje a utilização da técnica cinematográfica chamada live-action. Mas recentemente a Disney teve a brilhante ideia de unir esses dois termos (remake + live-action) e criar uma máquina de fazer dinheiro.

Em teoria, a técnica live-action é definida como adaptações de desenhos e animações feita com pessoas e animais reais. Mas onde estão os animais reais no filme “Live-action” do recente filme O Rei Leão (2019)? Bom, como a tecnologia atual permite a criação de animações hiper-realistas, o marketing se apropriou do termo e assumiu que, se é hiper-real, é um Live-action.

E você pode até não gostar de alguns remakes, mas não tem como discordar que os atuais Live-action da Disney tem feito muito sucesso de bilheteria! Para ter uma ideia, Alladdin e O Rei Leão ultrapassaram (cada um) a marca do US$1 bilhão nas bilheterias mundiais esse ano.

A receita é simples: Escolha um clássico da Disney, adicione tecnologia e personagens “reais” e Pronto! Não precisa criar uma história nova, nem reinventar os antigos clássicos. O ponto é, será que a Disney perdeu a criatividade? Será que veremos cada vez menos novos clássicos surgirem?

Confira abaixo os filmes Live-action lançados pela pela Disney nos últimos 10 anos (juntamente com as suas bilheterias):

  • Alice no País das Maravilhas (2010) – US$ 1,025 bilhão
  • Malévola (2014) – US$ 758,539 milhões
  • Cinderela (2015) – US$ 543,514 milhões
  • Mogli: O Menino Lobo (2016) – US$ 966,550 milhões
  • Alice Através do Espelho (2016) – US$ 299,457 milhões
  • A Bela e a Fera (2017) – US$ 1,263 bilhão
  • Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível (2018) – US$ 197,7 milhões
  • Dumbo (2019) – US$ 352,996 milhões
  • Aladdin (2019) – US$ 1,035 bilhão
  • O Rei Leão (2019) – US$ 1,339 bilhão
  • Malévola: Dona do Mal (2019) – US$ 491,6 milhões

Com a chegada do serviço de streaming Disney+ com certeza veremos um grande aumento de produções dos remake de animações clássicas. Um exemplo é a adaptação live-action de A Dama e o Vagabundo, que já estreou no Disney+ esse ano e também deu o que falar.

Além desse filme, confira a lista de filmes a serem lançados pela Disney no cinema e no streaming nos próximos anos:

  • Mulan (2020)
  • Cruella (2021)
  • A Pequena Sereia (sem data revelada)
  • Lilo & Stitch (sem data revelada)
  • Mogli: O Menino Lobo 2 (sem data revelada)
  • Atlantis: O Reino Perdido (sem data revelada)
  • A Espada era a Lei (sem data revelada)
  • Branca de Neve e os Sete Anões (sem data revelada)
  • Peter Pan (sem data revelada)
  • O Corcunda de Notre Dame (sem data revelada)

Lembrando que a Disney anunciou recentemente sua programação de lançamentos até 2027, e deve lançar pelo menos 8 novas animações live-action até 2023 (haja dinheiro pra ir no cinema, amigo).

Só esperamos que a Disney não esqueca de reinventar, e nos traga novas histórias!

Felipe Cecchetti
Made by Geeks!
- Publicidade -
- Publicidade -

REVIEWS

- Publicidade -

PITACOS

- Publicidade -

LISTAS

- Publicidade -

EVENTOS

- Publicidade -