Home Conteúdo GN Há 20 anos atrás, Super Choque já tratava de assuntos ainda...

[PITACO] Há 20 anos atrás, Super Choque já tratava de assuntos ainda “tão atuais” como o racismo e o preconceito!

-

Super Choque sempre foi um desenho animado muito a frente do seu tempo. Lançado no começo dos anos 2000, a animação trazia um garoto negro como protagonista e já discutia temas sociais bem importantes como racismo, a violência e luta de classes naquela época.

Com a onda de protestos acontecendo nos EUA e ao redor do mundo em decorrência a trágica morte do americano George Floyd, durante uma abordagem policial violenta, algumas cenas da animação começaram a ser compartilhadas e viralizaram nas redes sociais.

Após saber disso, um dos criadores da série, Denys Cowan usou seu Twitter para falar sobre a importância dessas cenas, que trazem momentos bem tocante que discutem o quão prejudicial pode ser racismo para as pessoas, e aproveitou para agradecer aos fãs por isso.

As cenas vem do episódio “Sons of The Fathers” (Filhos dos Pais, por aqui)que traz Virgil Hawkins, o protagonista do desenho, passando uma noite na casa de seu melhor amigo, Richie. Acontece que o amigo de Super Choque evitava esse tipo de situação, já que o garoto sabia que seu pai não iria gostar nada da ideia.

Durante o jantar, Virgil descobre que o pai do seu melhor amigo é racista, fazendo vários comentários preconceituosos sobre pessoas negras e deixando Richie e a mãe dele completamente desconfortáveis. Isso deixa Virgil enfurecido, fazendo com que o garoto fosse embora e Richie discutisse com seu pai, logo depois tomando a decisão de fugir de casa.

Porém, ele acaba sendo capturado por Ebon (um dos vilões da série) e o pai de Richie precisa engolir sua ignorância a fim de salvar o filho, pedindo ajuda para o Sr. Hawkins, pai de Virgil, e do próprio Super Choque. O episódio exemplifica de forma muito inteligente e também bastante delicada a questão do racismo, sem amaciar, trazendo a tona o quanto nossa sociedade ainda é preconceituosa.

E esse era um dos objetivos de Dwayne McDuffie, criador do personagem e responsável por grande parte das histórias publicadas pela Milestone Comics, uma divisão da DC fundada por ele e alguns outros colegas, a fim de enaltecer artistas, escritores e super-heróis negros durante os anos 90.

McDuffie faleceu em 2011, mas deixou um legado que é até hoje lembrado pelos fãs do personagem, trazendo a luta pela igualdade e o fim da violência contra negros. A animação de Super Choque acabou eternizando essa mensagem do escritor, que hoje em dia se torna cada mais forte com os protestos, com a esperança que as coisas mudem de uma vez por todas e que ninguém nunca mais passe por essa mesma situação que George, João Pedro, Laquan, O.J. e tantos outros.

#JusticeForGeorgeFloyd #BlackLivesMatter

Luiz Vasconcelos
Made by Geeks!
- Publicidade -
- Publicidade -

REVIEWS

- Publicidade -

PITACOS

- Publicidade -

LISTAS

- Publicidade -

EVENTOS

- Publicidade -